27
Jun 10

O nosso argumento pode ser claro, correcto e dizer as coisas tais como elas são, mas, se o outro lado - porque tem o poder -, não o der a conhecer a todos, não o transmitir às “entidades” hierarquicamente acima ou sendo entregues não haja querer nem vontade para o analisar, ele morrerá “naturalmente”, e o coveiro (funcionário) encarregar-se-á de o colocar no arquivo morto para satisfação daqueles que não tinham razão. Um dia o arquivo é aberto, e o argumento ainda vivo fará rolar cabeças inquisitórias dissimuladas de activos persecutórios. O que é difícil é manter a razão, e não desistir.

publicado por José Manuel Faria às 10:02

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
ja se pode comentar
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
Que historia é esta de enriquecimento ilícito? Que...
MINISTRA DA COESÃO EM VIZELAOra ora que coincidênc...
Que se passa Dr. Desde Julho que nada publica no s...
Lamento muito, Zé! Abraço.
subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO