02
Fev 16

"Os argumentos do Governo sobre o saldo estrutural não convencem a Comissão Europeia, que se prepara para pedir a revisão do esboço do Orçamento do Estado para 2016. O Executivo continua convicto de que vai conseguir uma ponte de entendimento com as autoridades europeias, mas em Bruxelas o sentimento de desconfiança cresceu e começa a haver a convicção de que é preciso encostar o país à parede, até para que António Costa consiga depois negociar com os partidos de esquerda um Orçamento mais duro do que o prometido

O esboço do Orçamento português vai ser debatido hoje, na reunião semanal no colégio de comissários, de onde deverá sair a indicação para o Governo rever o documento, num prazo máximo de três semanas.
A decisão final pode resvalar até sexta-feira, se Bruxelas quiser dar mais algum tempo à troca de informações com Lisboa e esperar pela publicação das previsões económicas de Inverno, na quinta-feira, para ter uma base para se pronunciar. Mas a indicação é de que o documento tem de ser revisto: as divergências são tão grandes, que não há muita margem para negociar."

Diário Económico

publicado por José Manuel Faria às 10:23

4 comentários:
O que assusta mais Bruxelas é que o governo deixou de oferecer tudo o que dava lucro, a entidades patrocinadas pelos grandes grupos financeiros.
Os anteriores governos de direita, quiseram vender tudo, com as ordens de Bruxelas (controladas pelas entidades financeiras mundiais) e seguiram as ordens provenientes destas entidades. Chegando ao ponto de terem operado tão internamente no governo que, em 2013, um dos partidos do governo foi o ÚNICO que não teve ninguém apanhado de surpresa pela queda do BES. Tal como uma entidade financeira internacional (JP Morgan) conseguiu evitar mais de 4300 milhões de perdas, ao ter despejado esse valor em acções e obrigações na bolsa de Lisboa, por valores 50% abaixo da cotação do dia anterior. Nunca quiseram investigar quem teria dado essas informações que salvaram quase 1700 milhões a essa financeira, enquanto que o governo continuava a dizer que estava tudo bem.

Mas, a comunicação social também é culpada de muita coisa. Ainda ontem tivemos televisões, jornais e comentadores a culpar o governo actual, pelo aumento (GIGANTESCO) dos ordenados de certos cargos... sem quererem falar que a lei foi aprovada em Junho de 2015, tendo sido publicada na secção errada do Diário da República, e não ter sido apresentada na Assembleia. Tendo a decisão do aumento sido proveniente da última visita da Troika antes da "saída limpa" e que o governo quis aprovar às escondidas. Agora, temos o CDS e o PSD a dizer que não sabiam de nada e a comunicação social a validar isso, MENTINDO sobre quando foi feita a actualização. Ao ponto de existirem centenas de pessoas a afirmar que foi António Costa a autorizar esta medida... que são membros do PSD-CDS. Tal é a fome de mentir e livrar-se de terem de falar do que fizeram... Hoje veio num jornal essa informação, nos primeiros comentários do seu site, surgem dezenas de pessoas a chamar mentirosos aos jornalistas, por terem publicado a decisão do conselho de ministros (que só registou o número do decreto) e a publicação no Diário da República, em Julho de 2015. O que rebentava com as notícias de ontem e os comentários de muitos apoiantes da coligação nas últimas legislativas.
Manuel a 2 de Fevereiro de 2016 às 12:00

Um orçamento que deveria estar pronto e aprovado ainda em 2015..., ainda vai só num esboço meramente disparatado..., evidentemente não há palavras para descrever tanta incompetência...

Então agora já não há problemas por estarmos a ser "governados" por duodécimos????
JoseLisboa a 2 de Fevereiro de 2016 às 15:24

LOOOOOL! AGUENTA E NÃO CHORA!!!
CG a 2 de Fevereiro de 2016 às 18:35

Não vamos ser utópicos e viver de ilusões. Pois não não cede. Cede e mais depressa do que se julga, que esta coisa dos credores tem muito que se lhe diga! É só os gajos fecharem um bocadinho a torneira do crédito, que ficamos logo com falta de ar!
Os gregos diziam o mesmo e foi o que se viu!
AJorge a 2 de Fevereiro de 2016 às 19:56

Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9





comentários recentes
Candidatura - valor 1.843,085.57 Eur, Valor da obr...
Alguém com lucidez, que vai ao encontro de muitos ...
Hoje vão iniciar as obras na Praça e no Jardim, es...
Mais informa a CMV que a manter-se esta situação i...
Este Sérgio Coelho diz as coisas na mouche, muito ...
Retrato do Município de Vizela pela PORDATA 19 de...
No país, tal como aqui no concelho, o interesse p...
E ainda dizem que em Portugal há liberdade de expr...
Esse pseudo conflito judicial angolano apenas nos ...
Aliás a sua chegada ao Poder demonstra o quão cons...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO