25
Mar 15

"Sou um candidato independente dos partidos, de fora do mainstream da política portuguesa". E "quero aproveitar o meu tempo para fazer alguma inovação no panorama" nacional, adiantou ao JN o empresário de 78 anos, após terem sido enviados para as redações convites para a apresentação de uma candidatura, quarta-feira, às 16 horas, em Lisboa, sem anunciar o nome do protagonista.

Conhecido pela sua presença assídua nos congressos do PS, com moções controversas, assume a reforma política como bandeira e "uma nova República" como lema.

Aliás, no convite para a iniciativa no Padrão dos Descobrimentos, recusa-se que as presidenciais sejam "um simples complemento das legislativas" e que a Presidência da República seja "uma mera extensão da representação partidária", prometendo-se demonstrar que estas eleições podem "ser decisivas para reformar o sistema político".

Henrique Neto já percorreu os corredores do Parlamento, no tempo de António Guterres, precisamente o presidenciável que tem mantido o PS pendurado. Sampaio da Nóvoa, ex-reitor da Universidade de Lisboa, é uma forte hipótese. E também António Vitorino e Luís Amado são falados para o lugar, enquanto, mais à Esquerda o ex-líder da CGTP Carvalho da Silva admite avançar"(...)

Henrique Neto

publicado por José Manuel Faria às 09:58

Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9





comentários recentes
As termas são do espanhol, pá
Não achas que andas a dormir na forma pol...?O pov...
Bem, o homem pode ter defeitos mas que é muito ami...
pergunta pertinente: porque é que o espanhol não f...
Com este presidente, aliás o mesmo que esteve vári...
-Victor Hugo Salgado repetiu críticas sobre a polí...
Até a receber os tremoços tiram fotografias.Palavr...
Bonita a musica da rádio comercial,Esqueceram se f...
nao resolvem nada e andam a gozar com o povo. pol...
As termas fechadas e o executivo a mentir aos vize...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO