03
Jul 15

 

A Comissão de Ética e Arbitragem do LIVRE/Tempo de Avançar – instância regulamentar de recurso – decidiu, através de um parecer vinculativo, que um lote de 46 votos por correspondência postal no círculo eleitoral do Porto, colocados no mesmo dia, à mesma hora, na mesma estação de correios, pela mesma pessoa e todos tendo como primeira escolha o mesmo candidato (e, em grande parte dos casos, as restantes ordenadas por ordem alfabética), fosse excluído do escrutínio.
 
A decisão da Comissão de Ética e Arbitragem pode ser consultada neste link.
 
Com a anulação deste lote de votos por correspondência, o candidato com mais votos válidos foi Ricardo Sá Fernandes. No escrutínio provisório, este candidato ficara em 2.º lugar e tinha sido ordenado em terceiro por respeito à paridade a que os regulamentos obrigam. Assim, todos os candidatos do sexo masculino até ao décimo sobem dois lugares, mantendo-se as candidatas no lugar em que estavam. A ordenação dos seis primeiros passa a ser:

..........1.º Ricardo Sá Fernandes
..........2.ª Diana Barbosa
..........3.º Jorge Morais
..........4.ª Mariana Topa
..........5.º Rui Feijó
..........6.ª Manuela Juncal

Pode consultar aqui a versão definitiva do ordenamento da lista do Porto. O candidato Daniel Mota passou para décimo lugar, já que a quase totalidade dos seus votos como primeira escolha estavam neste lote de votos irregulares.
 
Como disposto no Artigo 47.º do Regulamento, estes desenvolvimentos e resultados serão incluídos no Relatório da Comissão Eleitoral.

publicado por José Manuel Faria às 08:22

5 comentários:
Palavras para quê......
Anónimo a 3 de Julho de 2015 às 10:22

No Livre/Tempo de Avançar não há golpadas como no PS e BE.

Uma só pessoa votou por outras 40 , como é que essa pessoa teve acesso aos votos dessas pessoas, acesso aos seus nomes, e sabe-se la que mais. Claro que Ricardo Sa Fernandes teria de ser sempre primeiro, se não fosse à primeira seria á segunda ou á terceira. É a lisura de processos da auto denominada candidatura cidadã
Anónimo a 3 de Julho de 2015 às 19:29

Não visitou os links! O mesmo candidato votou em si mesmo essas dezenas de vezes.

Todas as explicações têm uma falha , não são LÓGICAS. Ninguém tem acesso a 40 votos, nem ninguém pode mandar 40 votos por correspondência em seu nome, pois quem escrutinasse os votos dava logo pela marosca, ou a contagem foi uma bandalheira, ou qualquer bicho careta podia votar, e se foi esse caso , quantos mais poderá ter havido.

Alias pareçe que uns senhores do Porto já bateram com a porta, exactamente por não aceitarem a explicação que lhes foi dada.
Anónimo a 4 de Julho de 2015 às 11:46

Julho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9





comentários recentes
Será que o Sócrates não teve nada a ver com a Banc...
ANÓNIMO A 19 DE JULHO DE 2020 ÀS 13:09Dinis Costa ...
O tempo “da boa fé e da colaboração institucional”...
Outra vez!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Existe gente que não s...
Dinis Costa em 2 009 recebeu 3 milhões de endivida...
Artigo 133.ºCapacidade do estabelecimento - é só a...
Pede se o favor a quem de direito, que tenham aten...
ANÓNIMO A 11 DE JULHO DE 2020 ÀS 10:57Então diga l...
O Dinis Costa teve o dinheiro dos orçamentos.Mas a...
Leu mal! 13 ( treze ) milhões que Dinis Costa desb...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO