30
Jan 19

Se alguém quer aprender a sério a realidade da política basta olhar para a série Barão Negro na RTP2. Está lá tudo: o caciquismo, o tráfico de influências, o desvio de dinheiros públicos, a manipulação, a compra de votos, a traição, a fuga à justiça e até o regresso à política depois da prisão. E especialmente a insistência em políticas erradas. Registo esta lição: “A política é como o jazz. Se te enganas numa nota deves insistir nela e todos pensarão que se trata de uma improvisação a seguir”. É assim que se explica o estado a que chegámos.

Barão

publicado por José Manuel Faria às 18:21

Janeiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
Aqui só posso estar do lado de Dinis Costa, dá 20 ...
ANÓNIMO A 8 DE JULHO DE 2020 ÀS 16:30Diga lá:É ou ...
ANÓNIMO A 8 DE JULHO DE 2020 ÀS 16:30Só com os trê...
Pior que ser cego, é ter olhos e não querer ver.Co...
Tem razão o Srº Presidente ao dizer que não precis...
ANÓNIMO A 7 DE JULHO DE 2020 ÀS 18:48Pode sempre p...
Vizela continua a dever muitos milhões.Quando Dini...
O autarca fala de uma Casa da Cultura “muito sonh...
Mais informamos que a partir das 23h está proibida...
Em outubro de 2017, após as eleições autárquicas,...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO