28
Jul 14

 

"Um grupo financeiro pode pedir que os mercados sejam suspensos. E nem por isso é apelidado de irresponsável que viveu acima das suas possibilidades. Além disso, o BES não é o GES. Repita comigo. O BES não é o GES. Um grupo financeiro pode pedir proteção contra credores. Mas não é acusado de não honrar os seus compromissos. O BES não é o GES. Um grupo financeiro pode reestruturar a sua dívida. E não é apontado de, assim, entrar numa perigosa fantasia irrealizável, esquerdalhona e perigosa. O BES não é o GES.  Um grupo financeiro pode adiar a apresentação de contas para se proteger dos mercados, sem ser logo rotulado de sulista, preguiçoso e improdutivo que vive à custa dos rigorosos do norte. O GES não é o BES. Muitas empresas portuguesas estão expostas ao grupo financeiro ES, o rating do Banco cai, as suas ações despenham-se, mas não é considerado culpado, merecedor de castigo e sacrifício. O GES não é o BES. Repita comigo. Portugal não é um país. Um país não é Portugal."

 

JAD

publicado por José Manuel Faria às 11:16

Julho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9





comentários recentes
"Alegadamente" espero que não, mas não me admirava...
O PSD /Jorge Pedrosa não faz campanha?Será que o ...
"Da meia noite até às 18h00 de sábado estará encer...
Qual será a razão da RC ser por vídeo conferência?...
ja se pode comentar
Perfeitamente de acordo com os comentários.Anterio...
Decisão sensata...
Ó anonimozeco, além de cobarde rateirinho, demonst...
Não há indignados, revoltados,... Totós, ranhetas,...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO