20
Abr 17

 

"Os Documentos de Prestação de Contas de 2016 foram aprovados por maioria na Assembleia Municipal de Vizela, realizada esta noite, na Casa das Coletividades. A bancada PS e o deputado da CDU votaram favoravelmente, já a coligação PSD/CDS-PP optou pela abstenção.

José Abreu, durante a sua intervenção, sublinhou que 2016 foi o ano em que menos se investiu no concelho e que, durante os últimos anos, “estivemos perante um Município em manutenção”. O deputado da coligação PSD/CDS-PP enalteceu o valor do passivo, que se situa nos 33 milhões de euros, lamentou os elevados impostos que os vizelenses pagam e rematou dizendo que os Documentos de Prestação de Contas de 2016 “merecem muitos reparos”.

Agostinha Freitas, líder da bancada socialista, enalteceu que este é um fechar de ciclo para Vizela, atendendo a que nos últimos anos o Município esteve sujeito às condições do PAEL e do Reequilíbrio Financeiro. Este é um “cortar de meta”, vincou a deputada. Para Agostinha Freitas, a dívida atual do Município, no valor de 15.863.645 euros, deve-se à não introdução da dívida da Vimágua, do Fundo de Regularização Municipal e também à amortização de juros de mora.

Dora Gaspar, vice-presidente da Câmara Municipal de Vizela, admitiu que a receita dos impostos é importante para os cofres do Município, no entanto, espera que os impostos diminuam e que os vizelenses sintam esta redução já no próximo ano. Dora Gaspar repetiu que o bom desempenho dos últimos seis meses de 2016 foi fundamental para atingir o valor da dívida expresso nos Documentos de Prestação de Contas.(...)"

rv

publicado por José Manuel Faria às 17:15

12 comentários:
votação oportunista
Anónimo a 20 de Abril de 2017 às 23:04

Curioso.... Ninguém fala nos presidentes da junta supostamente do PS que votaram CONTA o plano de investimento de obras nas suas freguesias e o plano só foi aprovado porque os presidentes da junta de INFIAS e SANTO ADRIÃO que só
por acaso são do PSD VOTARAM A FAVOR .. Curiosidades
Mirone a 21 de Abril de 2017 às 11:50

Posições políticas "estranhas" na AMV.

José Manel Faria o que quer dizer com (posições estranhas)?
Foram só posições estranhas?

Anónimo a 21 de Abril de 2017 às 21:41

Pleno de razão, mas se reparar nem o executivo deu uma fala.
Anónimo a 21 de Abril de 2017 às 12:57

Para quem lá esteve ATENTO... ninguém votou contra... a CDU votou a favor, Dois elementos do grupo do PS, que por acaso são funcionários da Câmara, votaram a favor, e dois elementos da COLIGAÇÂO, que por acaso são presidentes de junta com mais obra a ser feita, também votaram a favor.
O resto absteve-se...
Curiosas posições estas não são????
anónimo a 21 de Abril de 2017 às 15:15

Muito bem, completamente verdade.
Anónimo a 21 de Abril de 2017 às 21:34

A luta suicida, pelo poder, de umas baratas tontas, outrora eleitos pelo PS.
Tiros constantes nos pés. Quanto mais pensam que sobem, maior será o tombo.
Anónimo a 21 de Abril de 2017 às 12:17

Toda os elementos da assembleia são fracos.
O presidente, continua uma marioneta, que nem os tempos faz respeitar.
A bancada do PS (?) nem apoia nem faz oposição séria. Nem a Agostinha que tanto quer fazer, mas não se percebe nada do que diz.
A bancada da Coligação só tem líricos que não sabem ser claros, apenas lêem os papéis e apresentam dúvidas. Mas oposição deveria ser apresentar ideias. Disso, nada. Apenas o Peixoto foi claro.
O Comunista, nem deveria ter direito a usar da palavra, de tão fraco que é.
São todos bons uns para os outros (e para a sua carteira, claro), mas fracos demais para representar Vizela.
Já agora, os empregados da autarquia não deveriam ser inibidos de votar em determinados assuntos, tipo mapa de pessoal? Fica a questão para os entendidos.
Anónimo a 22 de Abril de 2017 às 23:34

Eles (PS) não têm mais ninguém para votar, já reparou se o Gonçalo e o Armando (funcionários políticos da CMV) não votassem só tinham os votos a favor dos Presidentes de Junta de Infias e de Santo Adrião ambos PSD.
O PS está sem alternativa e cada vez mais SÓ.
Anónimo a 23 de Abril de 2017 às 10:22

""Todas as obras que passarem os 100 mil euros têm de ter autorização prévia”"
Então a Srª Vereadora não sabe que quem está sobre O PROGRAMA DE APOIO A ECONOMIA LOCAL tem regras ? A Srª Veradora não vê, não lê, não estuda os dossiers, não supervisiona!!!!!!!!!!!!
Para que anda esta gente a ganhar tanto dinheiro, pelos vistos os outros é que fazem o trabalho, corre bem colhe os louros, corre mal a culpa é dos funcionários, a Vereadora agora tem é que encontrar o culpado para sacudir a água do capote, se é responsável para o bom, é responsável para o mau, assuma as responsabilidades.
Anónimo a 24 de Abril de 2017 às 18:59

"""a “projetos de uma pessoa só”, referindo-se às candidaturas independentes “que saem de um grupo e não da sociedade comum”. ""
O Barreto vai para a tua terra, sabes lá tu o que dizes!!!!!!!!!!!!
Jantar de militantes!!!!!!!!!!!que militantes!!!!!!!!!
Os militantes servem é para pagar cotas e para votar quando precisam, para isso até recebemos mensagens e vão a nossa casa, pedem quase por favor, depois para jantares e tachos é só para os amigos.
Fala um militante, que fala o que fala por experiência própria, que puto de Socialismo é este!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!que nojo.
Anónimo a 25 de Abril de 2017 às 13:46

Abril 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





comentários recentes
Convém lembrar que o turismo tem um técnico Superi...
VHS só uma pergunta simples,Quantos funcionários s...
Quim Barreiros e Expensive Soul nos festejos do 19...
Victor Hugo Salgado oficializa recandidatura em ma...
Se para festejar o dia do concelho são precisos ta...
AG até se entende que ao falares no passado não f...
Cada vez que leio o RV nem sei que diga em sei que...
283.000 pensionistas têm penções miseráveis, isso ...
São os memos argumentos da Opus Dei....
"Victor Hugo Salgado respondeu, mas antes voltou a...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO