15
Mai 17

Quando é o futebol é porque somos todos boçais e nos comprazemos com entretenimento alienante de massas. Quando é o papa é porque a religião é o ópio do povo e o povo é inculto e acredita em amigos imaginários.
Quando aparece um puto que até é "fora da caixa", que canta uma canção deliciosamente atemporal de uma forma no mínimo diferente, que tem uma postura inusitada nestes meios, que se posiciona politicamente e não hesita em ser desconcertantemente ele próprio, que conquista até franjas insuspeitas da população sem abdicar da simplicidade e do bom gosto, há quem ainda assim considere o entusiasmo do público uma manifestação de imaturidade e atraso cultural. Tudo o que seja menos que alta cultura deve ser muito pouco para estas pessoas. A sério, a arrogância intelectual mete-me medo, muito mais medo que uma multidão a receber em braços dois músicos no aeroporto."

Myriam

publicado por José Manuel Faria às 22:07

comentário:
Senti-me muito feliz, com a vitória do Salvador! O meu irmão bem viu a minha alegria! Além de ter sido uma vitória em grande, a música é muito bonita, e ainda não me cansei de a ouvir... O resto passa-me "quase"ao lado...
Édipo a 16 de Maio de 2017 às 01:19

Maio 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9



30


comentários recentes
Ze manel. Eu não falei consigo. Mas de qualquer ma...
Se é o ministro das finanças que gere TODO o gove...
O "governo" de Vizela tem de ser escrutinado 15/15...
Estava à espera deste post! Sério. Logo que li "is...
Oh Eugénio Silva, não há coiso que te sirva.Parece...
Quem ouve Dora Gaspar falar!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Real...
Em suma: em Vizela ninguém é coerente, ninguém é d...
À que tempos, começou a devolver ainda no tempo do...
Não acho que já deveria ter perguntado isto há alg...
E agora perfila-se o irmão para concorrer aos Bomb...
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

13 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO